Educação especial no Brasil: Os desafios da APAE Diadema

Educação especial no Brasil

Por meio da educação a sociedade pode se desenvolver e manter-se continuamente no caminho do progresso. Tendo como base essa ideia, essa área do conhecimento se ramifica cada vez mais com o intuito de atender particularidades de áreas e pessoas com algum tipo de deficiência, e será sobre esse assunto que trataremos em nosso artigo: a educação especial no Brasil.

Em um momento histórico em que o ensino passa por crise, discutir sobre educação especial também é uma forma de propor soluções que contribuam na melhoria da qualidade do ensino e trazer para o mercado e convívio social ativo pessoas que possuem potencial criativo para contribuir positivamente com a sociedade.

Afinal, o que é educação especial? Você sabe diferenciá-la da educação inclusiva?

Essa é uma área do ensino voltada para pessoas que necessitam de uma abordagem diferenciada para que o processo de ensino-aprendizagem aconteça.

Contempla pessoas com deficiência auditiva, física, visual, mental ou múltiplas.

A educação especial não se atenta apenas a um nível de ensino ou com uma determinada faixa etária, ela se preocupa com aspectos que vão desde as séries iniciais até programas de pós-doutoramento, envolvendo questões estruturais, metodológicas e didáticas do ambiente escolar, mas não se limitando a eles.

A educação inclusiva busca trazer pessoas do ambiente de educação especial para o de educação regular, através da adequação do meio em que os processos ocorrem, mas não se limita ao espaço escolar, buscando fazer com que indivíduos que tenham algum tipo de deficiência possam participar das rotinas sociais de maneira cada vez mais natural e ativa, levando em consideração suas limitações.

Receba as novidades da APAE Diadema!

Você sabe qual a importância da educação especial para empresas e sociedade?

Fomentar a educação especial no Brasil também é uma maneira de educar a sociedade a saber lidar com as diferenças.

Entender que todos temos nossas particularidades, e que apesar delas em alguns momentos trazer limitações, em outros demonstram as várias possibilidades existentes nos indivíduos.

Na área profissional a educação especial ganha ainda mais importância: ao capacitar pessoas deficientes para o trabalho contribui para combate e desmistificação do preconceito existente; ajuda empresas a entenderem melhor as necessidades individuais desse público; e permite dignidade ao possibilitar o exercício digno de uma atividade remunerada.

Ter exemplo de pessoas que deram tudo de si e superaram suas limitações, contribui para a motivação da equipe.

A educação especial, ao agregar pessoas com deficiência no mercado de trabalho também favorece ao aquecimento da economia, repercutindo no desenvolvimento do país.

Ainda, contribui para o fortalecimento das instituições da nossa nação, já que a educação especial no Brasil faz valer as garantias e direitos trazidos pela nossa Constituição Federal, permitindo a efetivação da cidadania para os nossos compatriotas.

Leia também Como funciona o terceiro setor?

Você conhece os desafios que a APAE Diadema enfrenta ao trabalhar com a educação especial no Brasil?

A APAE Diadema tem como foco auxiliar o desenvolvimento de deficientes intelectuais e/ou com múltiplas deficiências nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Não é fácil encontrar profissionais especializados para atuar com educação especial no Brasil, e aqueles que são preparados geralmente demandam maior desembolso de recursos para serem mantidos.

Além disso, é imprescindível existir estrutura adequada para receber e transportar com conforto e segurança indivíduos com necessidades especiais, além da carência de recursos didáticos-metodológicos específicos para que o processo de ensino-aprendizagem aconteça, e isso também demanda carinho da sociedade no apoio dos projetos que envolvam essa temática, principalmente, financeiramente.

Nesse aspecto, um dos principais pontos que ganham destaque ao se trabalhar com Educação Especial no Brasil são:

  • Adequação do currículo às necessidades dos nossos alunos;
  • Abrir espaços para o diálogo entre alunos e sociedade;
  • Obter tecnologias assistivas;
  • Projeto pedagógico que contemplem a realidade de inclusão.

Outro grande desafio é envolver a sociedade com as atividades desenvolvidas pela APAE Diadema, e esse aspecto não é importante apenas para a entrada de fundos, mas também à promoção da inclusão social que se busca promover durante os eventos realizados.

A educação especial no Brasil precisa ser estimulada, para que exista um interesse dos profissionais de se prepararem nesta área do conhecimento, bem como para que haja uma maior mobilização social em prol das instituições que trabalham nesse setor, que por sinal é necessário à sociedade e muito difícil de ser executado. Educar a sociedade sobre esse trabalho e fomentar a atuação de instituições que fazem um trabalho sério como o da APAE Diadema são ações fundamentais nesse caminho.

Conheça agora nosso site e saiba mais sobre nossos projetos relacionados à educação especial no Brasil!

Conheça o trabalho da APAE